Startup mineira oferece solução para pagar 15% menos na conta de luz

Startup mineira oferece solução para pagar 15% menos na conta de luz

Solução inclui energia gerada por biogás na rede elétrica da Cemig, gerando benefício direto para o consumidor

Já pensou em pagar 15% a menos na conta de luz apenas fazendo um cadastro na plataforma de uma startup, sem programa de fidelidade ou investimento inicial? É o que oferece a Metha Energia, empresa mineira que desponta no mercado energético como uma facilitadora com forte impacto ambiental.

Como funciona

Startup busca fornecedores que geralmente produzem energia em excesso (no caso, biogás). O biogás é uma fonte de energia renovável, que na maioria das vezes é descartado na atmosfera.

Essa energia é injetada na rede da companhia elétrica, possibilitando aos fornecedores o ganho de créditos. A Metha Energia distribui esses créditos entre seus clientes.

Ao aderir ao serviço, que inclui um cadastro feito on-line, o consumidor continua recebendo energia da companhia elétrica normalmente e, ao invés de receber a fatura da Cemig, o boleto é da Metha Energia, que descreve os valores consumidos e 15% a menos na fatura . A companhia de energia também ganha sem a necessidade de fazer qualquer investimento no negócio. “É um modelo de negócio baseado no ganha-ganha”, diz Victor.

Geração distribuída

Esse modelo de geração de energia é conhecido como geração distribuída. Entre as vantagens está a menor perda se comparada ao processo atual de geração e distribuição de energia adotado no Brasil, que envolve transmissões de longa distância com muitas perdas e altos custos de investimento.
Sistema em operação

Este ano foi decisivo para os empreendedores. Já em operação, em apenas um mês a Metha Energia captou 500 clientes e com ótimas possibilidades de ampliação. O objetivo agora é alcançar 2 mil clientes até o final deste ano, com potencial de atender 40 mil pessoas com a estrutura existente.

Na bagagem, a empresa foi destaque da 9ª rodada do Programa de Pré-Aceleração Lemonade. Atualmente, está sendo acelerada na 5ª rodada do Seed – Programa de Aceleração de Startups do Governo de Minas Gerais.

Equipe Metha Energia – Foto: Divulgação

História

Pioneira no setor, a Metha Energia foi concebida quando dois jovens universitários tiveram a ideia aproveitar o potencial de geração de microgeradores de energia provenientes de dejetos de suínos.

Daniel Fraga e Diego Lopes se questionavam por que os brasileiros pagam valores tão exorbitantes nas contas de luz e se veem obrigados a economizar energia, seja com o uso reduzido do ar-condicionado ou da máquina de lavar louça.

Essa inquietação os levou a conversar Gabriela Laguardia, então aluna do Cefet-MG, que pesquisa sobre energias renováveis e reportou a ideia aos professores da instituição. Do ponto de vista técnico, o sinal verde foi dado e, com a ajuda de Victor Soares, que se uniu ao grupo, surgiu a Metha Energia.

*Conteúdo da coluna Fora da Caixa, veiculado todo sábado na edição impressa do jornal Estado de Minas. Confira também os canais de vídeopodcast e instagram.

Leia mais
Mais robôs do que humanos no trabalho em 2025
Entrevista: Filipe Ivo, embaixador da Singularity U em Belo Horizonte
HackTown une tradição e inovação, tecnologia e humanidade
Educação e tecnologia: Minas Gerais tem 11% das edtechs brasileiras

Compartilhar

X