Órbi Conecta inaugura vertical saúde com a Rede Mater Dei

Órbi Conecta inaugura vertical saúde com a Rede Mater Dei

O espaço foi criado a partir de uma iniciativa conjunta entre empreendedores do San Pedro Valley e as empresas MRV, Banco Inter e Localiza

Foto: Glaucimara Castro / www.bsfotografias.com.br

O Órbi Conecta, uma aceleradora de conexões, foi criado em novembro de 2017, na capital mineira, como resultado de uma iniciativa de três grandes corporações brasileiras – MRV, Banco Inter e Localiza – com empreendedores da comunidade de startups San Pedro Valley. Em processo de expansão, o Órbiinaugura uma nova vertical, a de saúde, junto à Rede Mater Dei de Saúde, se consolidando como um dos principais espaços de inovação do país.

Inovação está no DNA da Rede Mater Dei, uma empresa pioneira na área da saúde sob vários aspectos e protagonista de várias mudanças sempre com o cliente no centro do cuidado. Por isso é natural que a vertical de saúde do Órbi Conecta seja conduzida pela Rede Mater Dei. 

“Quando criamos o nosso Núcleo de Inovação, o Inovater, tínhamos muito clara a necessidade de acompanhar o mercado de saúde que está mudando rapidamente para atender às demandas dos clientes, dos médicos, das operadoras de saúde e dos próprios colaboradores. Assim como já foi feito em outros momentos desses quase 40 anos de história, a Rede Mater Dei dá mais um passo em direção ao futuro para se adaptar às transformações, integrar pessoas em prol do desenvolvimento do setor e da experiência do cliente, incorporar novos saberes e trocar experiências. Queremos, também, compartilhar com outros players a nossa forma de cuidar de quem procura os nossos serviços em todas as fases da vida”, destaca Henrique Salvador, presidente da Rede Mater Dei de Saúde.

Foi o pensar diferente e assumir novos desafios que fizeram com que o Mater Dei, inaugurado em 1980, se tornasse uma Rede de Saúde que hoje é composta pelo Mater Dei Santo Agostinho, Mater Dei Contorno e Mater Dei Betim-Contagem. “Grande parte do sucesso da Rede são as pessoas que lá atuam que compartilham da mesma filosofia de atendimento e dos mesmos valores. A nossa participação no Órbi Conecta, ao lado de outras grandes empresas que também têm a inovação como diferencial, proporcionará aos nossos colaboradores mais conhecimento e ferramentas para levar adiante a nossa missão de compromisso com a qualidade pela vida”, destaca. 

O Órbi Conecta (Av. Antônio Carlos, 681, Lagoinha, BH) é um ambiente 4.0 que reúne inovação, criatividade, aprendizados e experimentações de futuros. Isso se dá em razão, principalmente, do desenvolvimento de um mindset (mentalidade) digital, por meio da realização de eventos, cursos, palestras, reuniões, bate-papos e outras experiências. 

Conta com um coworking (espaço compartilhado de trabalho), onde reúne 18 startups residentes, além de outras estações destinadas aos integrantes do programa membership (que fazem parte da rede, mas não são residentes) e usuários do aplicativo BeerOrCoffee, recebendo interessados de todo canto do país que querem trabalhar ou se reunir no espaço por um dia.  

“Como um centro de gravidade, proporcionamos um espaço para que corporações, startups e comunidade criativa convivam mais próxima e junto a parceiros e soluções que aceleram o seu crescimento e a sua transformação digital”, afirma a co-fundadora e CEO do Órbi, Anna Martins. Ela explica que os Líderes de Futuros do Órbi – MRV, Inter, Localiza e Rede Mater Dei são “empresas protagonistas e que ditam tendências em seus segmentos, atraindo mais força para a nossa órbita”.

“A Rede Mater Dei tem muito a agregar ao nosso ecossistema de inovação. O trabalho conjunto das mantenedoras e da comunidade de startups de BH certamente trará resultados cada vez mais relevantes para as empresas e para o mercado brasileiro”, diz João Vitor Menin, CEO do Banco Inter. 

“A chegada de mais uma grande marca ao Órbi fortalece sua missão de oxigenar os negócios em Minas Gerais e no Brasil, estimular as conexões, ampliar o mindset inovador e vibrante que as organizações que querem liderar e criar futuros precisam ter”, diz André Petenussi, CIO da Localiza“Estamos bastante motivados em continuar fazendo do Órbi um ambiente de protagonismo unindo marcas consolidadas, jovens empreendedores e negócios inovadores.”

Órbi em expansão – Em 2018, seu primeiro ano, o Órbi Conecta recebeu mais de 6,3 mil visitantes, foi palco para quase 80 eventos, realizou 1,9 mil conexões e atuou na concretização de 42 negócios. Neste ano, o Órbi triplica o seu tamanho. Hoje, o Órbi ocupa 1.200 metros quadrados e já iniciou sua ampliação para ocupar todo o centro comercial onde está instalado hoje. Os próximos projetos a serem inaugurados ali são da área de educação, realidade virtual e arte. 

A intenção é ser parte de um distrito de inovação e criatividade na Lagoinha, tradicional bairro próximo ao centro de Belo Horizonte. O Órbi acelera, junto com outros agentes da região, o desenvolvimento de um projeto de impacto, que deixa legado na cidade. “O Órbi vai mudar a história de Belo Horizonte e do Brasil”, afirmou Rubens Menin, presidente do Conselho de Administração da MRV Engenharia, Banco Inter, LOG Commercial Properties, Urba+, AHS Redential e CNN Brasil.   

Como fazer parte

Visitante: participe dos cursos e eventos, agende o seu dia de trabalho pelo app @beerorcoffee, venha para o Inter Café 

Residente: o Órbi pode ser a sede da sua startup, a base de conexões, aprendizados e experiências diárias 

Member: faça parte do nosso centro gravitacional e garanta o seu acesso em nossa órbita por meio do programa membership para startups

Satélites: para corporações que queiram fazer parte da nossa rede de conexões e terem uma cadeira garantida para vivenciarem um Ambiente 4.0

Líder de futuros: para empresas visionárias que querem se unir ao propósito do Órbi

*Conteúdo da coluna Fora da Caixa veiculado todo sábado na edição impressa do jornal Estado de Minas.

Leia mais:  
Hubble, programa do BDMG para startups, apresenta resultados
Empreendedorismo de Impacto Social
Capitalismo consciente: bem-estar social para além do lucro
ExOs: o que podemos aprender com Netflix, Airbnb e Tesla
Startups x corporações: a consolidação da economia digital
Nova economia e inovação no jornal Estado de Minas

Compartilhar

X