15 curiosidades sobre a Casacor Minas, que abre hoje

15 curiosidades sobre a Casacor Minas, que abre hoje em BH

Campo de palestras SESC, criado pelo GUAJA, para a CASACOR Minas – Foto: Jormar Bragança

(Por Paola Carvalho*) – A CASACOR Minas é uma das maiores mostras de arquitetura, design de interiores e paisagismo das américas; lugar para conferir lançamentos de produtos, serviços e tendências. Em Belo Horizonte, abre hoje (07/08), no edifício da extinta Rede Ferroviária Federal, na icônica Rua Sapucaí. “É um palco de oportunidades”, afirmou Juliana Grillo, diretora comercial. Entre os destaques deste ano está a integração da natureza aos projetos. São 49 ambientes, assinados por 86 profissionais, que tiveram o desafio de apresentar o lar também como refúgio.

Conheça 15 curiosidades da 24ª edição:

1. Casa Viva é o tema escolhido para esta edição: tem como proposta fazer com que o visitante esteja mais próximo da natureza. Essa temática é, em síntese, um prolongamento da abordagem proposta para 2017, denominada Foco no essencial.

2. Continua investindo na preservação do patrimônio histórico, não apenas pela reabertura e ocupação do prédio, como também em função da continuidade no processo de recuperação e restauro de uma construção icônica, integrante do conjunto Arquitetônico da Praça da Estação. O casarão, parte do acervo da extinta Rede Ferroviária Federal (RFFSA), permaneceu fechado por mais de 10 anos e só foi reaberto para a edição passada da mostra, graças à parceria entre CASACOR Minas e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN-MG).

3. Entre nomes consagrados estão Ângela Roldão, Bernadete Corrêa, Beth Nejm, Patrícia Hermanny, Isabela Vecci, Fabíola Constantino, Juliana Vasconcelos, Gislene Lopes e do escritório Arquitetos Associados, formado por Alexandre Brasil, André Luiz Prado, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel e Paula Zasnicoof Cardos, além de expoentes como Alex Rousset, Ana Vaz, Estela Netto, Luis Fábio Rezende, Rodrigo Aguiar, Leonardo Veloso, Rosângela Brandão Mesquita, João Lucas Pontes, Luís Gustavo Vieira, entre outros.

4. Entre o time da nova geração de profissionais estão: Manu Lolato, Sarah James, Felipe Cardoso, Felipe Soares, Júnia Bernanos, Eduardo Brandão Mesquita, Pedro Félix, Thiago Bandeira de Mello, Filipe Pederneiras e Júnior Piacesi, Lucas Durães e Gabriel Jota.

5. Entre os estreantes, nomes como Paula Freitas, André França e Rute Zocratto, do Studio Simplí (trio vencedor da segunda ARCHATHON), Alexandre Rousset, Ana Vaz, Geraldo Ferreira, Leonardo Veloso, Rodrigo Castro, Rodrigo Maakaroun, Júlia Dumont e Tina Barbosa, Janaina Naves, Gilza Carvalho, Marcelo Alvarenga e Juliana Figueiró e Estúdio Base.

6. O bar assinado por Isabela Vecci foi inspirado na noite cubana, soma ao colorido vibrante de estampas africanas o trabalho de Isaura Pena, Mário Valle, Amílcar de Castro, Benjamim, José Bento e outros. Os azulejos das mesas formam importante acervo que conta um pouco a história de 20 anos da TerraTile, especializada no segmento de revestimentos, louças e metais.

7. A Bilheteria, da dupla Alexandre Rousset e Ana Vaz, dá boas vindas ao público destacando um belo registro da história do casarão. Logo na entrada, o público é convidado a admirar uma coleção de bilhetes, que contam sobre os inúmeros trechos percorridos pelo trem, além de apreciar uma galeria de relógios, que se apresenta como protagonista do espaço.

8. Alexandre Brasil, André Luiz Prado, Bruno Santa Cecília, Carlos Alberto Maciel e Paula Zasnicoff, do escritório Arquitetos Associados, apresentam, em parceria com a ArcelorMittal, um espaço para promover discussões sobre economia circular.

9. Além do Pavilhão ArcelorMittal, Carlos Alberto ainda é autor do projeto da Livraria da Rua, que ganha uma versão dentro da mostra. O objetivo é reproduzir no evento o mesmo ambiente acolhedor da livraria, que funciona na Savassi.

10. O pit stop durante a visita certamente será no café, que tem projeto assinado por Juliana Vasconcelos, e inclui uma das vistas mais bonitas para a cidade.

11.Para quebrar convenções, o modelo palco e plateia do Campo de Palestras Sesc (foto), assinado pela equipe do GUAJA e Dobra Arquitetura, extrapola geral, com a presença de elementos domésticos como cama, mesa de jantar, cadeira de balanço e até de uma gangorra.

12. Agnes Farkasvolgyi será a responsável por oferecer um cardápio criado dentro do conceito Quilômetro Zero. Desta forma, as criações da chef para o restaurante serão elaboradas com queijos de pequenos produtores, azeites mineiros, hortaliças cultivadas na cidade e carnes especiais.

13. É homenageado um dos mais expressivos arquitetos mineiros, Carlos Alexandre Dumont, mais conhecido como Carico. Com um portfólio de mais de 2.000 projetos comerciais e empresariais, ele é referência de peso na arquitetura e um dos precursores de desenvolvimento de projetos para lojas e grandes marcas no Brasil.

14. O Grupo Galpão também é homenageado. A principal referência utilizada foi a comédia musical “Um Trem Chamado Desejo”, que teve sua estreia oficial em 2000. Para isso, o vagão, peça icônica do casarão, localizado logo na fachada do edifício, e que foi inteiramente restaurado durante a 23a edição, recebeu uma série de elementos e cenografia especial.

15. A CASACOR é reconhecida como a maior e melhor mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas e reúne, anualmente, renomados profissionais. Em 2018 chega à sua 24a edição em Minas Gerais e com mais de 20 eventos nacionais (Alagoas, Bahia, Brasília, Campinas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Interior de SP, Litoral de SP, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, São Paulo e Santa Catarina) e seis internacionais (Miami, Peru, Chile, Equador, Bolívia e Paraguai).

CASACOR Minas Gerais
Quando: de 7 de agosto a 16 de setembro
Endereço: Rua Sapucaí, 383, Floresta, BH
Horário de funcionamento: de terça à sexta; de 15h às 22h; sábados, de 13h às 22h; e aos domingos e feriados, de 13h às 19h
Ingressos: R$50 inteira e R$25 meia (R$150 o passaporte para todos os dias)
Vendas: nas bilheterias ou pelo www.ingressorapido.com.br
Informações: www.casacor.abril.com.br

*Conteúdo da coluna Fora da Caixa, veiculado todo sábado na edição impressa do jornal Estado de Minas. Confira também os canais de vídeopodcast e instagram.

Leia mais
Não seja um; seja polímata. Sabe o que é?
Curso: Newspaper × Hyperlinks: técnicas de jornalismo para construir um texto
Nova economia e inovação no jornal Estado de Minas
Malala: “Educação é o melhor investimento a longo prazo”

Compartilhar

X